• Campina Grande - PB
  • pbconfidencial@gmail.com

barra

STTP muda sistema de Integração de ônibus em Campina a partir deste sábado

AA

O sistema de Integração Temporal, implementado pela Prefeitura Municipal de Campina Grande, através da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) e também pelo Sitrans, terá sua fase experimental implantada neste sábado, 12, e esta durará pelo menos 15 dias, para poder ser realizada a implantação definitiva após avaliação técnica.

As informações são do superintendente da STTP, Félix Araújo Neto. Em entrevista à Rádio Campina FM, ele explicou como o novo sistema vai funcionar.

O Sistema Integrado foi construído e efetivado na gestão do então prefeito e hoje deputado federal e Senador diplomado Veneziano Vital. O parlamentar tem sido questionado sobre o assunto e disse que está preocupado com essa nova modalidade implantada pela Prefeitura, por achar que uma boa parte da população usuária será penalizada.

De acordo com Félix, um cartão com chip servirá para fazer a integração entre linhas diferentes. O passageiro pode pegar qualquer ônibus, pagar a primeira passagem e não precisa mais ir ao Terminal de Integração para poder ir ao destino final, caso precise trocar de linha. Ele pode solicitar parada em qualquer local e escolher o próximo ônibus, que será gratuito.

O superintendente ressaltou que esse modelo já é utilizado em várias cidades e a implementação em Campina Grande tem por objetivo aumentar o fluxo de passageiros, já que o transporte público da cidade teve uma queda de pelo menos 3 milhões no número de usuários de transporte público, no último ano, devido aos transportes por aplicativo e outras alternativas.

– Temos a Integração Temporal em outras cidades do Brasil. É a ideia do cartão para você escolher qual a melhor parada e fazer a melhor rota. O terminal fixo vai continuar, o que acontece é que vai haver uma ampliação do serviço, com a integração do cartão. O passageiro vai ter até 60 minutos para pegar o próximo ônibus e não pagar mais nada pela segunda passagem – disse o superintendente.

Félix disse que o cartão da Integração Temporal servirá apenas para linhas de ônibus diferentes e não será necessário recarregar com um valor mínimo. O cartão é gratuito e os pontos de recarga serão ampliados.

Neto ainda ressaltou que nada irá mudar com relação aos idosos e também os deficientes. Eles devem continuar mostrando as carteiras de identidade nos ônibus e também poderão fazer a integração.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Print this pageEmail this to someone

About the author /


Related Articles

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com