Ricardo Coutinho: “O fascismo não dorme. É incansável para fazer o mal”

Compartilhe essa notícia

Ricardo Coutinho, na visita do ex-presidente Lula a Campina Grande, nesta terça-feira, começou seu discurso afirmando que “o Brasil está sendo governado pelo fascismo”. 

Em seguida, RC enfatizou que “o país deve uma grande homenagem a Gleisi:

“Ela foi uma guerreira, um leoa. Ela defendeu a democracia como poucos. Ninguém mais neste país teve coragem e determinação para fazer o enfrentamento que todos precisávamos”. 

Ricardo sublinhou que “digo há um ano que Veneziano será o próximo governador da Paraíba”. 

O ex-governador comentou que Campina “sempre foi” uma “cidade ´enxerida´ e ousada. Foi uma cidade que se industrializou contra todos os prognósticos”, e que é preciso retomar essa vertente industrial da cidade com o estímulo do governo central. 

“Precisamos ocupar as ruas”, conclamou o ex-governador. Ele disse que “as elites olham para nós com nojo, uma característica dos covardes”. 

RC finalizou com um lembrete:

“O fascismo não dorme. É incansável para fazer o mal”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *