Governista e coronel criticam proposta de tropas federais e defendem PM de Campina

Compartilhe essa notícia

O requerimento do vereador Márcio Melo (PSDC), em Campina Grande, que pede a intervenção de tropas federais na cidade, foi alvo de críticas, nesta quinta-feira (19), da deputada estadual Estela Bezerra (PSB), e do coronel comandante da Polícia Militar de Campina Grande, Almeida Martins.

Estela acusou a proposta de ser ‘continuidade do golpe’, e disse que o vereador Márcio Melo expressava um pensamento autoritário quando expunha que as forças armadas poderiam ser os ‘salvadores da pátria’.

“Primeiro se destitui o direito de votar, e agora busca fazer com que as instituições percam a credibilidade“, disse Estela.

Já o coronel Almeida Martins, afirmou que o Governo do Estado tem conseguido baixar os índices de criminalidade na cidade, e rogou novas maneiras de fortalecimento da segurança que não venham de ações como propostas pelo vereador.

“Gostaria que as pessoas pudessem ajudar a segurança do Estado e da cidade, não pedindo reforço para algo que está sob nosso controle, isso é chover no molhado, mas com projetos que agreguem a Guarda Municipal, projetos de criação de novas frentes de combate à criminalidade no Terminal de Integração”, declarou.

Da Redação