Napoleão critica projeto das PPPs em Campina: “Projeto de privatização disfarçado”

Compartilhe essa notícia

O coordenador de comunicação do Sintab, Napoleão Maracajá, afirmou que o projeto do Executivo de Campina Grande que altera a lei, sancionada em 2011, que trata das Parcerias Público-Privadas (PPPs) é um golpe contra a população.

Segundo ele, o projeto “mostra a incapacidade da atual gestão” e que o prefeito Romero Rodrigues (PSDB) quer entregar a cidade à iniciativa privada.

– Maior golpe que se poder dar no serviço público. É o estilo Dória de governar sendo empreendido em Campina. Eu não sei o porquê do prefeito querer entregar tudo à iniciativa privada, sendo que ele foi pedir voto para administrar os serviços públicos. O São João ele já entregou, disse que não tem competência para administrar. Agora entregar 17 áreas do serviço público, inclusive Saúde e Educação, é o reconhecimento da incompetência dele [Romero]. É um projeto de privatização disfarçado. Esse é o sonho antigo do prefeito, que ele tentou fazer 2013 – reprovou.

O Sintab realizará nesta terça-feira, 17, uma assembleia geral extraordinária na AABB para discutir o tema.