Base quer desmembrar votação de denúncia contra o governo

Compartilhe essa notícia

Líderes de partidos do grupo ´Centrão´ (aliado do go governo) querem que a Câmara Federal desmembre em pelo menos dois processos a nova denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), informa o jornal O Estado de São Paulo.

O argumento é de que a denúncia contra o presidente deveria ser separada da dos ministros porque a eventual aceitação da acusação contra Temer teria impacto negativo na economia.

Já contra os ministros, que são da área política, não haveria esse tipo de consequência.

Líderes governistas defendem a tramitação em uma só peça para acelerar a análise na Casa e evitar que os ministros fiquem vulneráveis em votação separada, ainda conforme o jornal.

Entre parlamentares governistas, avaliação é de que o ´Centrão´ defende o julgamento separado para pressionar o Planalto por mais cargos e liberação de emendas