PF resgata mensagens de Eduardo Cunha e compromete deputado paraibano

Compartilhe essa notícia

Reportagem publicada nesta segunda-feira, 07, pelo jornal O Globo revela que um relatório da Polícia Federal produzido a partir de mensagens capturadas do telefone do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso no âmbito da Lava-Jato, mostra que os ‘tentáculos’ do político alcançavam as mais diversas áreas.

O ex-deputado influenciava nomeações para cargos públicos, distribuição de propina para o PMDB e até vagas de internação de hospitais do Rio de Janeiro.Foto: montagem/paraibaonline

Em 2012, Cunha mandou mensagem para o deputado Hugo Motta (PMDB-PB) para atuar em nome dele.

“Acredita-se que o ex-parlamentar (Cunha) utilizaria, supostamente, do deputado Hugo Motta, também do PMDB, para interceder na MP (medida provisória) 561”, diz o relatório da PF.

Na mensagem, ainda conforme o jornal, Cunha digitou: “Vou pôr uma emenda para vc assinar que é do veto da 561”. Motta respondeu: “Ok, aguardo. Abs!!!”.

*fonte: oglobo