Moroni anuncia reforços para o Campinense e lateral deve vir do Paraná

Compartilhe essa notícia

Foi no sufoco. Mas com a vitória por 1 a 0, contra o Murici de Alagoas, ontem, no Amigão, o Campinense do técnico Paulo Moroni conseguiu chegar aos 10 pontos no Grupo A-9 e se garantiu na próxima fase da Série D.

Após cinco rodadas fora da zona de classificação, a Raposa conseguiu entrar no “G-2” da chave na hora certa e encerrou a primeira fase como líder.

Só que a campanha irregular definiu o Rubro-Negro como o pior dos primeiros colocados, o que coloca a equipe no caminho do Globo-RN, “campeão” da chave A-7, fazendo a primeira partida em Campina Grande.

Pelo que mostra a CBF em seu site oficial, a tabela detalhada já programa os jogos da segunda fase para o próximo domingo (24).

E pelo que analisou o técnico Paulo Moroni, o Campinense já deve iniciar o mata-mata reforçado.

Ontem, na coletiva, o treinador confirmou que na reapresentação da equipe, marcada para a manhã desta terça-feira (19), o clube vai receber duas contratações: um lateral direito e um meia.

– Eu passei isso para a diretoria e nós já temos dois jogadores, um lateral-direito e um meia, acertados. Eles estavam esperando essa definição da classificação, e devem chegar ao clube já amanhã (segunda) à tarde. Nós sabemos que vamos ter muita dificuldade nessa sequência da Série D e quanto mais pudermos deixar o elenco qualificado, isso vai nos ajudar – pontuou.

Questionado se o lateral seria Danilo Báia, de 30 anos, que estava no Operário-PR, Moroni sorriu, mas não confirmou.

– Isso aí eu deixo para o presidente confirmar – disse.

Báia foi campeão paranaense pelo Operário em 2015, manteve-se na equipe nessa temporada e realizou sua última partida pelo Alvinegro de Ponta Grossa no dia 6 de julho, contra o Paysandu, pela Copa do Brasil.

FONTE: Da Redação