Moroni analisa vitória do Campinense e pede três contratações à diretoria

Compartilhe essa notícia

O Campinense não jogou bem, sofreu, mas fez o gol na hora certa e venceu sua segunda partida na Série D ontem, em Aracaju, contra o Sergipe.

A vitória levou a equipe aos sete pontos, provisoriamente na segunda colocação do Grupo A-9, que terá a quinta rodada complementada neste domingo com Murici x Fluminense de Feira, ambos com a mesma pontuação do Rubro-Negro.

Ao analisar a atuação da Raposa, o técnico Paulo Moroni enalteceu o adversário e disse que o Campinense soube aproveitar os espaços oferecidos pelo Sergipe.

– Não foi um jogo fácil. Foi uma partida de alta intensidade. A equipe deles se mostrou num grau de competitividade muito alto. Tivemos dificuldade na primeira parte, mas soubemos ter equilíbrio para manter o posicionamento e usar a velocidade no segundo tempo. Nós imaginávamos que eles iam se desgastar e abrir espaço no segundo tempo. Foi aí onde nós construímos o gol. O sofrimento faz parte, mas o mais importante é que saímos vitoriosos e acreditando ainda mais na classificação – avaliou.

Dependendo apenas de uma vitória contra o Murici na última rodada da primeira fase para se classificar, o Campinense deve receber pelo menos três novos jogadores ao longo da semana.

– Eu já vinha conversando com a diretoria sobre contratações. Só que nossa classificação dependia desses resultados. Eles estão aparecendo e, agora com chances maiores de passar de fase, vamos agilizar a vinda desses reforços – avisou.

De acordo com o presidente William Simões, os contatos já estão sendo encaminhados com um lateral direito, um meia e um atacante.

A Raposa vai decidir seu futuro na Série D no próximo domingo (17), às 16h, no Amigão, contra o Murici.