Vereador critica chapão e diz que candidatura do PSB está muito forte em JP

Compartilhe essa notícia

O presidente da executiva do PSL em João Pessoa, vereador Lucas de Brito, está fechando coligação com o PPL na chapa proporcional com o objetivo de eleger o maior número possível de vereadores nas eleições de outubro.

Segundo ele, são dois partidos que têm a pauta liberal da liberdade como foco e, portanto, a coligação será natural e o vereador espera que a partir desta coligação seja ampliada a bancada atual que atualmente só conta com dois vereadores.

“As conversas já estão bastante avançadas. Esperamos eleger no mínimo quatro vereadores, o que vai depender do desempenho dos pré-candidatos, mas o trabalho é de fortalecimento do PSL na Câmara Municipal de João pessoa para estas eleições”, disse.

Indagado se ele estaria com o nome disposto para compor a chapa do PSB como vice ao lado da professora Cida Ramos, Lucas de Brito afirmou que o trabalho é pelo fortalecimento da proporcional.

“Ninguém é candidato a vice-prefeito. Ou seria candidato a prefeito ou a vereador e como o PSL avalia que nesse momento a gente tem que trabalhar pela proporcional, eu estou me dispondo à reeleição, mas se os convites vierem serão analisados no momento propício’”, destacou.

Sobre a possibilidade da formação de um bloco (PSD/PMDB e PSDB) para fazer frente à candidatura do PSB, o vereador avalia que a cidade de João Pessoa quer alternativa e quando existe essas composições políticas sem a aprovação do povo, muitas vezes dá errado.

“Eu acredito que o PSB tem uma candidatura forte com a Cida Ramos, e o PSL nesse momento está fazendo parte desse projeto. Se isso se firmar é um sinal de polarização e, quando polariza, o segundo turno torna-se mais provável e fortalece os dois lados. A Cida, que neste momento se encontra atrás das pesquisas, é quem vai ganhar com isso”, observou.

FONTE: Da Redação de João Pessoa