Ex agrediu Luiza Brunet

Compartilhe essa notícia

Após recentemente terminar um namoro de 5 anos com o empresário Lírio Albino Parisotto, 62, a ex-modelo Luiza Brunet, 54, revelou que ela foi agredida pelo antigo companheiro.

Segundo a atriz, a violência ocorreu no final de maio e dentro do apartamento que ele tem em Nova York, nos Estados Unidos. Em entrevista concedida ao jornal “O Globo”, ela explicou que a briga entre os dois começou ainda no restaurante onde jantavam com alguns amigos. Ao ser questionado se o casal iria a uma exposição de fotos, Lírio se exaltou e respondeu que não compareceria porque da última vez, ele foi confundido com um antigo marido de Luiza, o Armando. Logo depois, ele teria sedescontrolado. “Fui para Nova York acompanhá-lo para o evento ‘Homem do Ano’. Saímos do restaurante e pegamos um Uber. Ao chegar ao apartamento, ele me deixou dentro do carro e subiu”, narrou ela que em seguida desabafou contando que o empresário a xingou, deu um soco em seu olho e vários chutes. Imobilizada no sofá, a morena quebrou quatro costelas.

Após conseguir se soltar e se trancar em um quarto, Luiza afirmou que no dia seguinte ela saiu escondida do prédio e embarcou para o Brasil. Por aqui, fez um exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal e prestou queixa no Ministério Público de São Paulo. “Eu sempre tive uma família estruturada e sempre fui discreta em minha vida pessoal. É doloroso aos 54 anos ter que me expor dessa maneira. Mas eu criei coragem, perdi o medo e a vergonha por causa da situação que nós, mulheres, vivemos no Brasil. É um desrespeito em relação à gente. O que mais nos inibe é a vergonha. Há mulheres com necessidade de ficar ao lado do agressor por questões econômicas, porque está acostumada ou mesmo por achar que a relação vai melhorar”, declarou ela fazendo um importante alerta à população.