Mensalidades escolares irão aumentar 20% em Campina Grande em 2022

Compartilhe essa notícia

A Federação Nacional das Escolas Particulares do Brasil revelou que as mensalidades escolares deverão sofrer um reajuste médio de 10% em 2022. O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Particular de Campina Grande e Região, Paulo Loureiro, disse em entrevista à Rádio Caturité FM, que essa tendência deve ser seguida no município. A declaração foi dada nesta sexta-feira, 26.

O professor explicou que a porcentagem assusta no primeiro momento, mas pode ser perfeitamente entendida. Ele elencou alguns motivos para tal.

“É preciso que se analise cada caso. Nós temos o exemplo de escolas de Campina Grande que não praticaram qualquer reajuste no ano de 2021. Por conta da excepcionalidade do ano anterior, esse aumento não foi instituído por esses estabelecimentos. Apesar do comunicado apontar 10%, esse aumento pode ser de 8% em alguns locais. Tudo isso a depender também da inflação”, esclareceu.

Ainda de acordo com o presidente Paulo Loureiro, as constantes variações do dólar acabam também por interferir na folha de custos das escolas, que podem ser obrigadas a fazer esse repasse aos pais dos alunos nos valores das mensalidades.

“Muitas escolas investiram em tecnologia. A pandemia trouxe a necessidade de uma melhor estruturação, e tudo isso gera custo aos estabelecimentos. Isso não foi ou está apenas relacionado aos investimentos do ano em curso. Esses custos também dizem respeito a investimentos futuros”, argumentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *