TransParaíba: Obra que levará água para o Curimataú do Estado deverá ser iniciada em 30 dias

Compartilhe essa notícia

O Governo do Estado deve iniciar nos próximos trinta dias as obras da adutora que levará água da Transposição para o Curimataú paraibano, considerada a região mais seca do Estado. Essa obra está sendo chamada de TransParaíba. A informação é do secretário de Recursos Hídricos e Infraestrutrua, João Azevedo (PSB).

A adutora vai garantir a segurança hídrica para cerca de 150 mil moradores das regiões do Curimataú e do Agreste paraibano que sofrem há décadas com a escassez d’água. A obra faz parte do programa Mais Trabalho e prevê investimentos da ordem de R$ 220 milhões.

“Já foi assinado o contrato e na próxima semana será executada a ordem de serviço e a empresa tem entre cinco e dez dias para se instalar. Em trinta dias as obras já vão inciadas”, afirmou Azevedo.

A adutora irá captar a água no açude de Boqueirão e levar até o Curimataú, onde menos chove em em território paraibano.

“Lá, os índices pluviométricos se equiparam ao deserto e quando se perfura um poço é baixa vazão e a água de subsolo não tem qualidade. Então, a única alternativa para a região é trazer água de fora e a água que temos a disposição é a da Transposição”, alegou o secretário. De acordo com o projeto, á água sairá de Boqueirão, passará por Boa Vista, Soledade e entrará em um grande ramal do Curimataú. “Nós vamos resolver em definitivo a questão da falta de água em 18 municípios”, pontuou.

João Azevedo garantiu que já foram investidos cerca de R$ 18 milhões na compra de tubos direto do fornecedor como forma de economizar recursos. “Esses tubos já estão chegando e quem passar em Soledade já vai ver o estoque”, destacou.

O governador Ricardo Coutinho (PSB) também falou sobre a obra e considerou que é a maior obra do seu governo. “É a maior obra que esse Estado já fez com recursos próprios, que é o que estou anunciando hoje a licitação da adutora TransParaíba. É a obra do presente para o futuro da Paraíba. Nenhum outro governador na história da Paraíba ousou em investir tanto na região do Curimataú”, garnatiu.

O sistema adutor Curimataú corresponde ao Segmento II da TransParaíba. Esse segmento apresenta uma extensão de mais de 350 km, com diâmetro variando entre 150 mm a 600 mm, uma estação de tratamento que irá trazer água de qualidade á população com capacidade de tratar mais de 544 l/s, e ainda, serão construídas 21 estações de bombeamento.