MPF pede cadeia para os executivos da JBS/Friboi

Compartilhe essa notícia

O procurador-geral, Rodrigo Janot, mandou ontem para o Supremo Tribunal Federal pedido de prisão do dono da J&F (JBS/Friboi, Joesley Batista, do executivo do grupo Ricardo Saud e do exprocurador Marcelo Miller, informa o jornal O Estado de São Paulo.

A decisão cabe ao ministro Edson Fachin, relator do caso na Corte. Os pedidos foram motivados pela gravação entregue à Polícia Federal, divulgada na segunda- feira, em que Joesley e Saud falam sobre suposta interferência de Miller nas tratativas da delação premiada feita pelos executivos.

O ex-procurador ainda era integrante do Ministério Público quando começou a conversar com os delatores e só foi exonerado meses depois.

A avaliação é de que Miller pode ter usado informações privilegiadas e incorrido no crime de obstrução da Justiça, ainda conforme o jornal.

Contra Joesley e Saud pesa a suspeita de que teriam escolhido as provas que levariam ao conhecimento do Ministério Público.

* fonte: estadão