Presidente do PP defende deputado paraibano das denúncias de Janot

Compartilhe essa notícia

O  presidente da executiva municipal do PP em João Pessoa, vereador licenciado Durval Ferreira, falou sobre as denúncias do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, feitas ao Supremo Tribunal Federal, de políticos do Partido Progressista envolvidos em organização criminosa e fez uma defesa, veemente, do colega partidário deputado federal paraibano Aguinaldo Ribeiro.

Conforme Janot , o  partido se articulou para atuar em esquema de corrupção na Petrobras e entre os acusados está o líder de Temer na Câmara.

O inquérito relativo ao PP tem 30 alvos – entre eles o ex-ministro Aguinaldo Ribeiro, e o presidente da legenda, senador Ciro Nogueira (PI), que negam as acusações.

 

Para Durval Ferreira (foto), a matéria publicada na Revista Veja é matéria requentada. Contudo, admite que o PP tem quer dar explicações e que a Justiça faça o que tem que ser feito.

“Eu acredito que os nossos parlamentares, especialmente os da Paraíba, não têm envolvimento com nada, não. Eu acredito que tudo não passa de factoide. Aguinaldo tem feito um grande trabalho representando nacionalmente a Paraíba como ministro e agora como líder do governo”, destacou.

Durval avaliou ainda que talvez essas acusações sejam uma maneira de sujar a imagem do líder do governo.

“Se por um acaso esses fatos surgirem, como a imprensa está divulgando, serão apurados, e quem tiver de pagar, que pague”, completou.