Vice-prefeito de Campina defende o Governo Temer e critica a Lava-Jato; o filho é investigado

Compartilhe essa notícia

O vice-prefeito de Campina Grande e presidente do Partido Progressista na Paraíba, Enivaldo Ribeiro, falou ontem, quarta-feira (23), sobre a atual conjuntura política brasileira. Em entrevista, ele defendeu a permanência do presidente Michel Temer (PMDB) até o fim do mandato. “Se Temer vai sair próximo ano, deixa ele até lá”, frisou.

Ele ainda fez críticas a forma como a Operação Lava-Jato vem sendo midiatizada e disse que os escândalos acabam por fazer as pessoas generalizarem os políticos.

“Esse exagero da imprensa é uma coisa que repercute em todos nós. Se formos viajar para fora do país, vão nos chamar de ladrões, vão generalizar. A Lava-Jato devia ter feito as investigações sem divulgar. É um perigo denunciar sem prova. Há um desgaste muito grande e não sabemos quem realmente tem culpa”, disse.

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), filho de Enivaldo, é um dos principais aliados de Temer no Congresso e é investigado nesta mesma Operação.