Secretário divulga dados que garantem que fim do racionamento em Campina é seguro para data marcada

Compartilhe essa notícia

O secretário de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Estado, João Azevêdo, garantiu nesta quarta-feira (16), a segurança hídrica para o fim do racionamento de água em Campina Grande. Ele afirmou que, em condições atuais, o cálculo para a volta à normalidade no abastecimento é eficaz.

“Atualmente a vazão do Eixo Leste é de 3,4 m³ por segundo, com a evaporação e o bombeamento no Cariri chega a Boqueirão 2,62 m³ por segundo. Durante o racionamento em Campina Grande, é retirado 0,8 m³ por segundo. A partir do dia 26, quando acabar, será retirado do açude 1,3 m³/s, ainda ficando parte de aporte diariamente”, detalhou o secretário à rádio 98fm.

Azevêdo ironizou as críticas da oposição ao fim do racionamento, e disse que a sua intervenção e anúncio em Campina Grande foram atos puramente técnicos. Ele ainda criticou a politização feita pelo opositores no caso.

“Tudo na Paraíba se tenta politizar, absolutamente tudo. Dizem ser contra a forma porque foi Azevêdo que foi anunciar, e era para o secretário da saúde anunciar? Decidimos em uma reunião técnica, infelizmente se leva a uma disputa que não tem sentido para a cidade”, desabafou.