Base de Temer encolheu 40% após denúncias

Compartilhe essa notícia

A base de apoio do presidente Michel Temer (PMDB) na Câmara dos Deputados é quase 40% menor hoje do que no início do ano, antes de vir à tona a delação da JBS, destaca o jornal Folha de São Paulo.

Até o escândalo, o peemedebista contava com o suporte de 20 partidos que, juntos, têm 416 dos 513 deputados federais.

Hoje, cerca de 260 apoiam o governo. Após a divulgação da conversa de Joesley Batista com Temer — uma das bases da denúncia por corrupção barrada na Câmara —, quatro partidos saíram do governo: PSB, Podemos, PPS e PHS.

A nova cifra deixa o Planalto longe dos 308 votos necessários para aprovação de emendas à Constituição, caso da reforma da Previdência.