PF aponta falhas nas delações do Grupo Odebrecht

Compartilhe essa notícia

A Polícia Federal identificou falhas nas delações da Odebrecht que, em sua avaliação, dificultam e comprometem a apuração dos fatos que ex-executivos do grupo relataram à Procuradoria-Geral da República, destaca o jornal Folha de São Paulo.

Investigadores destacam, entre outros fatos, a mudança de versão por parte de alguns delatores e a falta de acesso da PF aos sistemas que embasaram as planilhas de repasses de dinheiro a parlamentares.

 

Em relatórios parciais, ainda conforme a reportagem, policiais apontam outros problemas, como a ausência de documentos que comprovem as narrativas dos colaboradores e a apresentação de material que já fora apreendido na Lava Jato.

Além disso, a PF considera exagerada a quantidade de delatores. Em uma só leva, 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht assinaram acordos de colaboração em dezembro de 2016.

*fonte: uol