Governo Temer também quer demitir servidores federais concursados

Compartilhe essa notícia

Na tentativa de cortar gastos, o governo federal anunciou um programa de demissão voluntária (PDV) com o qual espera reduzir em cerca de R$ 1 bilhão/ano as despesas com a folha de pagamento dos servidores do Executivo.

O plano, conforme o jornal O Globo, oferecerá também uma opção que não resultará na exoneração, mas na redução da carga horária, com diminuição proporcional do salário. Quem aderir receberá um adicional.

 

Os detalhes serão definidos por uma medida provisória a ser enviada ao Congresso ainda nesta semana.

Hoje, os órgãos ligados ao Executivo contam com cerca de 500 mil servidores.

O dispêndio anual com salários ê de cerca de R$ 284 bilhões e só perde para o pagamento de aposentadorias (R$ 560 bilhões do Orçamento).

*fonte: oglobo