Deputado Manoel Jr. é citado em esquema criminoso por Janot

Compartilhe essa notícia

Em reportagem publicada neste sábado, a versão eletrônica do jornal Folha de São Paulo relata sobre um “grupo criminoso” que estaria em plena atividade.

Leia trechos.

Assim o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, se referiu na denúncia oferecida contra o presidente Michel Temer (PMDB) e seu ex-assessor Rodrigo Rocha Loures por corrupção passiva. É o “núcleo do PMDB na Câmara Federal”.

Segundo Janot, trata-se de um grupo “organizado, comandado e articulado por políticos (…), com o escopo de viabilizar enriquecimento ilícito daqueles e de grupos empresariais, bem como financiar campanhas eleitorais, a partir de desvios políticos de diversas empresas estatais e entes da administração direta e indireta”.

Os políticos citados pela PGR como integrantes do grupo são os deputados federais André Moura (PSC-SE), Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), Aníbal Gomes (PMDBCE), Altineu Cortês (PMDB-RJ) e Manoel Júnior (exercendo atualmente a vice-prefeitura de João Pessoa, PMDB-PB).

*Fonte: UOL