Atentado com carro-bomba deixa 21 mortos e feridos em Damasco

Compartilhe essa notícia

Um atentado suicida com carro-bomba deixou vários mortos e feridos em Damasco, capital da Síria, neste domingo (2). De acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), ONG que acompanha o conflito sírio, ao menos 21 pessoas morreram.

Entre as vítimas estão civis, soldados e o próprio homem-bomba que estava no veículo. Vários feridos estão em estado grave, segundo o OSDH.

Segundo a televisão estatal síria, eram três carros-bomba, mas dois veículos foram destruídos por autoridades antes de atingir o objetivo.

De acordo com o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman, forças de segurança alcançaram os motoristas dos oitros dois carros na entrada de Damasco. Os dois homens morreram.

As autoridades afirmaram que os suicidas pretendiam atingir áreas movimentadas no primeiro dia de trabalho após o feriado do Eid al-Fitr.

“Ouvimos disparos às 6h (meia-noite deste domingo em Brasília) e, depois, houve uma explosão, que arrebentou as janelas dos edifícios do bairro”, relatou à AFP Mohamed Tinawi, que mora na praça Tahrir.

Ele contou ainda à agência de notícias ter visto voluntários do Crescente Vermelho socorrendo dois militares, carros carbonizados e danos materiais no posto de controle das forças de segurança.

Nenhum grupo reivindicou de imediato responsabilidade pelas detonações.

Esse é o pior ataque na capital síria desde março. Naquele mês, dois atentados suicidas deixaram em menos de duas horas um saldo de 32 mortos. Cinco dias antes, uma ex-facção síria da Al-Qaeda reivindicou a autoria de um outro atentado, que fez 74 mortos no centro histórico de Damasco.

mapa atentado damasco (Foto: Arte/G1)mapa atentado damasco (Foto: Arte/G1)

mapa atentado damasco (Foto: Arte/G1)