Rocha Loures deixa superintendência da Polícia Federal em Brasília

Compartilhe essa notícia

O deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) deixou na manhã deste sábado (1º) a superintendência da Polícia Federal em Brasília. A informação é da GloboNews. O cinegrafista da TV Globo Fernando Rodrigues registrou o momento que ele deixava o local.
Nesta sexta (30), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin mandou soltar Rocha Loures, mediante o uso de tornozeleira eletrônica. Mas a PF informou que não tinha o equipamento e que somente iria liberar o ex-deputado após receber a tornozeleira, cedida pelo estado de Goiás.
Mais cedo, neste sábado, a PF divulgou nota na qual informou que realizaria a instalação da tornozeleira para, então, “garantir o cumprimento da medida de prisão domiciliar”. Além disso, a polícia declarou que não forneceria detalhes sobre a operação para “garantir a segurança”.
Após Rocha Loures deixar a Polícia Federal, o advogado dele, Cezar Bitencourt, avaliou à TV Globo que “foi feita justiça” porque, na visão da defesa, não havia necessidade da prisão.
Pela decisão do ministro Edson Fachin, Rocha Loures:
Deverá permanecer em casa à noite (das 20h às 6h), nos finais de semana e em feriados, fiscalizado por monitoramento eletrônico (tornozeleira);