Ex-radialista campinense morre em São Paulo

Compartilhe essa notícia

Barros de Alencar morreu nesta segunda-feira, aos 84 anos. Cantor, compositor e comunicador de rádio e TV, ele estava internado em um hospital no bairro da Mooca, em São Paulo, segundo o portal das Organizações Globo.

Cristóvão Barros de Alencar nasceu na Paraíba e iniciou sua carreira como radialista em Campina Grande, na Rádio Borborema.

Na década de 1960, passou também pelas rádios Tupi, Record e América.

Em 1966, lançou seu primeiro disco. Entre seus projetos musicais, gravou em 1975 uma versão em português de “Emmanuelle”, trilha do famoso filme homônimo da época.

*com informações do globo.com