Quixaba celebra 53 anos de emancipação política

Compartilhe essa notícia

O município de Quixaba, localizado a 292 Km de João Pessoa, estará em festa neste sábado, dia 06, quando irá comemorar 53 anos de emancipação política. A administração municipal elaboram uma programação alusiva à data e conclama os munícipes para participarem das atividades, que terão início com a tradicional alvorada, a partir das 5h da manhã, com a banda de música, formada por jovens oriundos de um projeto social desenvolvido pelo CRAS, percorrendo o centro da cidade, acordando a população para os festejos de aniversário do município.

A abertura oficial da programação de emancipação política de Quixaba será às 6h com pronunciamento da prefeita Cláudia Macário, que fará explanação sobre a importância dessa celebração e como sua gestão vem administrando os destinos locais. Em seguida será oferecido um café da manhã na praça central, com a presença de ciclistas e oferta de vários serviços à população, a exemplo de saúde e ação social, como corte de cabelo e de manicure.

Às 18h acontece missa solene de Ação de Graças na Igreja São Francisco. Logo após, às 19h, momentos de muita diversão para a criançada na Praça Janúncio Candeia, com vários brinquedos ali instalados.  Às 19h30 acontece culto em celebração aos 53 anos de emancipação de Quixaba na Igreja Assembleia de Deus.

A programação noturno tem sequência com a apresentação de trios de forró pé-de-serra na Praça Janúncio Candeia, a partir das 21h. Já no domingo, último dia das homenagens à Quixaba, haverá abertura do Torneio Início de futebol de campo, com apresentação das equipes que disputarão a Copa União, um evento bastante prestigiado, inclusive por desportistas da região.

 História Política

– Enquanto não foram realizadas as primeiras eleições na cidade de Quixaba, já que a emancipação política só aconteceu em 1964, o poder executivo do município foi exercido, pela primeira vez, por Antônio Félix de Mendonça, nomeado pelo então governador Pedro Gondim, ficando como prefeito de 1964 a 1966.

– O primeiro pleito foi realizado apenas dois anos depois, no dia 15 de agosto de 1966, data designada pelo Tribunal Regional Eleitoral para as eleições municipais, quando foram eleitos Alcides Candeia para prefeito e Eduardo Pereira da Silva (Dadá Pereira) como vice-prefeito, que após quatro meses assumiu o poder executivo municipal com a renúncia de Alcides Candeia. Dadá Pereira exerceu mandato de 1966 a 1968.

– O segundo prefeito eleito foi Edmilson Pereira de Lima, que governou de 1969 a 1972.

– Pedro Candeia de Lima governou de 1973 a 1976, e foi o terceiro prefeito do Município de Quixaba.

– Em seguida, Edmilson Pereira de Lima é eleito pela segunda vez, e exerce o seu segundo mandato por seis anos, indo de 1977 a 1982. Foi o quarto eleito por meio de pleito.

– O quinto prefeito foi novamente Alcides Candeia Pereira, eleito pela segunda vez. Governou de 1983 a 1988.

– O chefe do poder executivo de número seis, eleito através de um pleito, foi Dadá Pereira, que assumiu em 1966 após renúncia de Dr. Alcides, e teve o seu segundo mandato de 1989 a 1992.

– Logo depois, quem assumiu foi Laerte Candeia Anastácio (Totó Candeia), chefe do executivo de 1993 a 1996.

– João Marcos da Silva, conhecido como “João Vaqueiro”, governou logo após Totó Candeia, de 1997 até o ano de 2000.

– Por dois mandatos seguidos, o primeiro de 2001 a 2004, e o segundo de 2005 a 2008, quem governou o município foi Marli Candeia da Silva, a primeira prefeita de Quixaba.

– Assim como Marli Candeia, Júlio Cesar de Medeiros Batista também assumiu o município de Quixaba por oito anos: primeiro mandato entre 2009 e 2012, e o segundo entre 2013 e 2016.

– Na sua 13ª eleição municipal, em 2016, Quixaba elegeu sua segunda mulher como chefe do executivo na história, Cláudia Macário, tendo Miguel Arcanjo como vice. O mandato da segunda prefeita de Quixaba será de 2017 a 2020.