Odebrecht manteve pagamentos de propina após início da ´Lava Jato´

Compartilhe essa notícia

A Odebrecht informou em delação premiada que só pôs fim aos pagamentos de propina e caixa dois mais de um ano depois do início da Operação Lava Jato, revela o jornal Folha de São Paulo.

O patriarca da empresa, Emílio Odebrecht (foto), disse aos investigadores que deu ordens para acabar com repasses ilícitos só após a prisão de seu filho Marcelo, em junho de 2015.

Segundo ele, até pagamentos atrasados foram interrompidos.

*fonte: uol