Secretário rebate críticas e aconselha deputado: “Se beber, não dirija e não fale”

Compartilhe essa notícia

O secretário de Comunicação do Estado, Luís Tôrres, respondeu às críticas do deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), que alegou estar sofrendo retaliação por parte do Governo do Estado ao ser pego na operação Lei Seca, e questionou se o deputado quer que o Governo do Estado “passe a mão na cabeça” de quem comete infrações no trânsito.

Ele convidou o deputado a responder o que ele quer e sugeriu que ele não dirija e nem fale após ingerir bebida alcoólica.

– Com todo respeito ao jovem deputado Tovar, eu acho que ele deveria não ter bebido e dirigido e, depois de tê-lo feito, não deveria ter falado após beber. Se beber, não dirija e não fale. Porque, convenhamos, ele quer que o Estado passe a mão na cabeça daqueles que cometem infração de trânsito, é isso? – questionou.

Tôrres considerou que, se o deputado pensa assim, deve ir a público e afirmar que “eu vou beber, vou dirigir, vou ser pego na Lei Seca e não quero ter minha carteira cassada”.