Juiz cassa direitos políticos de Lindolfo Pires

Compartilhe essa notícia

O juiz da 35ª Z0na Eleitoral Fabiano L. Graçascosta condenou o deputado estadual licenciado  e atual secretário estadual de Turismo, Lindolfo Pires  (PROS), a oito anos de inelegibilidade.

Lindolfo Pires foi acusado de crime eleitoral durante as eleições municipais de 2012 quando disputou a Prefeitura de Sousa, no sertão paraibano.

Na época, Lindolfo Pires teve um veículos aprendido com dinheiro e cheques. Uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) foi instaurada e hoje foi publicada a sentença.

O juiz julgou parcialmente procedente pedido para abuso de poder econômico.