Odebrecht gastou R$ 150 milhões com a campanha de Dilma-Temer. E teve caixa 2

Compartilhe essa notícia

O empreiteiro Marcelo Odebrecht disse ontem, em depoimento à Justiça Eleitoral, que 4/5 de um total de R$ 150 milhões destinados pelo grupo Odebrecht à campanha da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer em 2014 foram pagos por meio de caixa 2, destaca o jornal O Estado de São Paulo.

 

Segundo relatos, ele afirmou que a petista tinha dimensão da contribuição e dos pagamentos, também feitos com recursos não registrados ao marqueteiro João Santana.

A maior parte dos valores destinados a Santana, conforme Odebrecht, era em espécie. O empreiteiro apresentou documentos.

Odebrecht confirmou ter se reunido na época com o então vice, Michel Temer, mas negou ter acertado diretamente com ele doação de R$ 10 milhões ao PMDB, ainda conforme o jornal.

*fonte: estadao