Filho de Pelé é condenado por associação ao tráfico e lavagem de dinheiro

Compartilhe essa notícia

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo julgou nessa quinta-feira (23) Edson Cholbi do Nascimento, o Edinho, filho de Pelé, pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas.

O ex-goleiro do Santos, que havia entrado com recurso, teve sua pena reduzida de 33 anos e quatro meses de reclusão para 12 anos e dez meses.

 

Foto: Divulgação

Edinho terá de cumprir a pena em regime fechado. A 1ª Vara Criminal de Praia Grande foi responsável por expedir o mandado de prisão, já que a ação penal tramitou no fórum do município da Baixada Santista.

Assim que o mandado for publicado, o ex-goleiro do Santos deverá ser detido.

Além de Edinho, outros três homens foram condenados pelos mesmos crimes. Clóvis Ribeiro, o “Nai”, deverá cumprir uma pena de 15 anos, enquanto Maurício Louzada Ghelardi, o “Soldado”, e Nicolau Aun Júnior, mais conhecido como “Véio”, foram condenados a 11 anos e quatro meses de prisão.

Todos terão de responder à justiça em regime fechado.