Anísio Maia afirma que havia um acordo para que ele presidisse a CCJ da ALPB

Compartilhe essa notícia

Muito embora se dizendo não chateado com a possibilidade da manutenção da deputada Estela Bezerra (PSB) na presidência da Comissão de Constituição e Justiça na Assembleia Legislativa, o deputado Anísio Maia (PT) acabou revelando que houve uma quebra de acordo, pois o próximo a presidir a CCJ seria ele.

Ele disse ainda à imprensa que nem sabia que a deputada Estela Bezerra esta como nome posto, além do deputado Trócolli Júnior (PROS), com quem vinha disputando o cargo, mas nas últimas horas correu pelos bastidores a possibilidade da deputada permanecer no cargo e consentida pelo líder do governo, Hervázio Bezerra (PSB).

“Para mim foi novidade. Eu não sabia de nada, mas sabia apenas que nós iríamos nos reunir para decidir o que é melhor para os trabalhos da Casa e para a população, mas tudo com a maior tranqüilidade”, disse.

Contudo, ele confirmou que havia um acordo em torno do seu nome e já estava tudo certo. “Para mim, o acordo continua de pé, mas isso não quer dizer que eu vá bater pé, vá morrer por causa disso, mas que o acordo existiu, existiu sim”, destacou.