Senador diz que medidas adotadas pelo governo do Estado aumentam recessão na PB

Compartilhe essa notícia

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) destacou durante entrevista a um programa radiofônico de Campina Grande, nessa quinta-feira (9), que na Paraíba o desemprego cresce e medidas adotadas pelo governo do Estado aumentaram recessão e crise econômica.

– O comércio da Paraíba está sofrido, a indústria da Paraíba está quase se inviabilizando porque o governo do Estado não para de cobrar impostos. O ICMS foi aumentado de 17% para 18%, na energia elétrica na faixa de consumo de classe média o ICMS dobrou, no caso do IPVA saiu de 2% para 2,5%. Como se não bastasse todos esses aumentos vem agora a criação de um novo imposto. A partir de março, em cada nota fiscal que for emitida, o contribuinte vai ter que pagar três centavos pela nota. Isso é um absurdo! – criticou.

O parlamentar pontuou que no Estado piorou a segurança pública, que a Universidade Estadual da Paraíba vive uma crise na educação, as escolas de ensino médio não atingem as notas do IDEB e o governo do Estado deve um montante de R$11 milhões a saúde do município de Campina Grande.

– Para onde está indo esse dinheiro? Para política de empreguismo, para os chamados codificados que incham a folha de pessoal e que tem inviabilizado o nosso Estado. A Paraíba vive uma crise porque tem uma gestão incompetente, uma gestão que sacrifica quem produz, sacrifica o comércio, sacrifica o trabalhador aumentando impostos e não faz a contraprestação dos serviços, que só tem piorado, para fazer a política do empreguismo – concluiu.