Seminário na Fiep abordará gestão de recursos hídricos e desenvolvimento sustentável

Compartilhe essa notícia

 

Em fevereiro, a Paraíba terá a oportunidade de debater e construir uma agenda estratégica para a gestão eficiente dos recursos hídricos que poderá impulsionar o desenvolvimento sustentável do Estado e do Nordeste.

O Seminário de Gestão Estratégica das Águas será realizado no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), em Campina Grande, nos dias 15 e 16, e contará com a participação de técnicos, secretário de Estado e dirigentes de projetos dos Estados Unidos, que apresentarão casos de sucesso de manejo eficiente das águas em áreas com histórico de estiagem, além de especialistas brasileiros.

Foto: Reprodução/ Internet

Os norte-americanos irão mostrar aos representantes de instituições brasileiras o projeto Colorado-Big Thompson, uma das obras mais conhecidas de integração de bacias hidrográficas, com eficiente uso da água para a agricultura, a indústria, o município e doméstico.

O presidente da Fiep, Buega Gadelha, o diretor técnico do Sebrae Paraíba, Luiz Alberto Amorim, o presidente da Federação da Agricultura e da Pecuária da Paraíba (Faepa), Mário Borba, e o superintendente do Banco do Nordeste na Paraíba, Wesley Gonçalves Maciel conheceram de perto este projeto, em setembro do ano passado, e convidaram os gestores do projeto para mostrarem suas experiências na Paraíba.

“Verificamos a necessidade da gestão de águas do rio São Francisco, que estão prestes a chegar. Entendemos que é importante conhecer sobre gestão e precificação da água. Por isso, convidamos os técnicos e gestores do Colorado, que tem uma realidade com algumas semelhanças com a Paraíba, sobretudo em relação à pluviometria. Lá chove semelhante ao Cariri paraibano e eles administram muito bem a água, aproveitando a água da chuva e das geleiras, permitindo que se tenha um Estado praticamente todo irrigado”, explicou o presidente da Fiep e do Conselho Deliberativo do Sebrae Paraíba, Francisco Buega Gadelha.

Para o superintendente do Sebrae Paraíba, Walter Aguiar, as discussões sobre a gestão das águas e a troca de experiências de soluções para áreas que sofrem de estiagem são fundamentais para o atual momento da Paraíba.

“Precisamos pensar em estratégias para a gestão dos recursos hídricos existentes, aproveitamento de outras fontes, hoje, não utilizadas, e preparação para novos cenários, a exemplo da transposição de bacias. O encontro também será uma oportunidade para conhecermos de perto casos exitosos do manejo da água em regiões secas do continente norte americano e que podem ser aplicados em áreas do nosso Estado que já sofrem e podem vir a sofrer com a estiagem”, disse o superintendente.

Além de apresentar o projeto Colorado-BigThompson, o seminário irá apresentar o modelo de gestão de águas da Agência Nacional de Águas (ANA) e discutir os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), que é uma agenda universal com um plano de ação para melhorar o planeta e que tem a gestão sustentável da água como parte desses objetivos.

“Durante o seminário, iremos discutir uma agenda estratégica na qual a gestão de recursos hídricos é o tema principal para o desenvolvimento sustentável. Os participantes do evento poderão vivenciar e opinar sobre essa experiência bem sucedida do Colorado e as referências em nossa região”, destacou o diretor técnico do Sebrae Paraíba, Luiz Alberto Amorim.

Dois temas principais serão apresentados no evento, divididos em dois painéis. No primeiro dia será a gestão estratégica das águas como fator de desenvolvimento sustentável, soluções e boas práticas.

No dia seguinte, serão debatidas novas perspectivas de desenvolvimento sustentável da Paraíba com a transposição do rio São Francisco. Durante o evento também será construída uma agenda estratégica com os objetivos para a gestão das águas e a adesão à Agenda Global para o Desenvolvimento Sustentável.

O evento será realizado pela Fiep e Sebrae Paraíba, com apoio do Governo do Estado, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, PNUD e Faepa.

Poderão participar gestores públicos e representantes e técnicos de instituições, universidades e empresários convidados.

Os interessados no tema poderão acompanhar o seminário, em tempo real, pela internet.