Laudo do IPC confirma falha humana em acidente com ônibus e 4 mortes

Compartilhe essa notícia

Depois de cinco meses, o Instituto de Polícia Científica (IPC) concluiu que o acidente envolvendo um ônibus de transporte público de João Pessoa em setembro de 2016 que deixou quatro mortos foi causado diretamente por uma falha humana. No laudo, divulgado na quinta-feira (2) os peritos responsáveis pelos exames no ônibus que invadiu a calçada da Rua Almeida Barreto, no Centro de João Pessoa, descartaram uma falha mecânica ou eletrônica como causa direta do acidente.

No dia 11 de setembro, um ônibus da linha 3200-Circular invadiu a calçada da Rua Almeida Barreto, no Centro de João Pessoa, e atropelou cinco pessoas. Três morreram no local do acidente, uma morreu três dias depois no hospital e a quinta ficou ferida, passou por cirurgias, mas sobreviveu.

Na conclusão técnica-pericial do laudo, os peritos responsáveis pelos exames, Lucio Flávio e Robson Félix, afirmam que “a causa determinante do acidente ocorreu, eminentemente, por erro operacional na condução do ônibus associada à falha humana, por motivos que não se pôde precisar materialmente”. Ainda de acordo com o laudo, além dos exames no veículo envolvido no acidente, a conclusão é referendada por imagens gravadas por câmeras de segurança na área do acidente.