Corinthians cai diante do Cruzeiro e fica fora da Libertadores

Compartilhe essa notícia

A luta do Corinthians para alcançar à vaga na Copa Libertadores durou até a última rodada. A torcida, porém, terá de se contentar apenas com a Sul-Americana. O Timão não conseguiu bater o Cruzeiro, foi derrotado por 3 a 2, em duelo na tarde deste domingo, em Belo Horizonte, no Mineirão, e terminou a competição em 7º, com 55 pontos.

Era preciso vencer e ainda torcer pelo resultado na Arena da Baixada, entre Atlético-PR e Flamengo. O Furacão manteve os dois pontos a frente do clube paulista e também sonhava com a disputa. Sem a vitória, ficou impossível alcançar o adversário paranaense.

Com isso, o Corinthians fez até um confronto equilibrado com o Cruzeiro em Minas Gerais. O time de Oswaldo encarou a Raposa de frente e, por duas vezes esteve à frente do marcador, com gols de Guilherme e Marlone. Porém, no cenário geral da partida, foi mais fraco que o time da casa que sempre atrás do placar conseguiu ter forças e aproveitar os espaços deixados.

Homenagens a Chape

Antes de a bola rolar, Cruzeiro e Corinthians prestaram homenagens a Chapecoense. Os garotinhos que entram no gramado com os atletas, cumpriram o protocolo, mas desta vez não vestiam as cores dos times que estavam em campo, mas sim da equipe catarinense. No momento do hino nacional, bandeiras da Colômbia e Brasil faziam companhia ao escudo da Chapecoense.

O Cruzeiro providenciou ainda um grande bandeirão para que os torcedores fizessem suas homenagens. O objetivo será levado para Chapecó, em apoio ao time. Na torcida, onde sempre fica uma bandeira com o texto: “Time do povo”, um slogan adotado pela Raposa nos últimos anos, foi trocado por: “Equipe imortal. Campeões para sempre. #TodosSomosChape”. Além disso, o torcedor celeste gritou em alto e bom som “É, vamos, vamos, Chape”.

FONTE: Da Redação com Gazeta Net