Executivo da Odebrecht revela repasse de R$ 10 milhões a conselheiro de Temer

Compartilhe essa notícia

O ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, Cláudio Melo Filho [foto], denunciou a entrega de dinheiro em espécie no escritório do advogado José Yunes, um dos conselheiros mais próximos do presidente Michel Temer, durante a campanha eleitoral de 2014.

As cifras fariam parte de um repasse de R$ 10 milhões que Temer teria negociado com ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht, numa reunião no Palácio do Jaburu, em maio de 2014, dois meses depois depois do início da Operação Lava-Jato, destaca o jornal O Globo.

*fonte: oglobo

FONTE: Da Redação