Técnico do Campinense começa a montar equipe titular

Compartilhe essa notícia

Os jogadores puderam tocar mais de duas vezes na bola, diferente do que vinha acontecendo até então nos treinos técnicos. Como as traves eram pequenas, as populares “travinhas”, os goleiros ficaram trabalhando separadamente com o preparador Alexandre Laguzza.

Na segunda metade do treino, Foiani retirou as traves pequenas do campo, alargou o espaço e soltou os times para um enfrentamento. No entanto, o “quase coletivo” teve apenas um goleiro.

O treinador raposeiro parou diversas vezes a movimentação para dar instruções.

Ausências

O goleiro Dida e o lateral Felipe Ramon, com lesões musculares, não treinaram junto com o grupo.

O caso do arqueiro é mais grave. O exame de imagem apontou lesão de grau 2, o que lhe tira de combate por até 20 dias.

Já Felipe conseguiu dar voltas em torno do gramado.

Recém contratado, o atacante Reinaldo trabalhou a parte física com o preparador Marcos Walczak.