Dani Alves explica silêncio de Neymar na Seleção

Compartilhe essa notícia

Principal jogador da Seleção Brasileira, Neymar tem brilhado dentro de campo nos últimos jogos válidos pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Apesar do ótimo momento, porém, o camisa 10 evita conversar com a imprensa, e Dani Alves explicou os motivos para isso.

Companheiro de Neymar na Seleção Brasileira e ex-parceiro no Barcelona, o lateral-direito é um dos atletas que mais conhece o camisa 10. Dani Alves revelou que a razão para o “silêncio” do astro na Seleção é a excessiva supervisão que sofre sobre sua vida pessoal.

“Às vezes, a crítica vai além do campo de futebol. As pessoas se metem com sua sensibilidade. Se o julgassem somente por seu rendimento em campo, Neymar aceitaria numa boa, tenho certeza. Se jogou bem, se jogou mal, se perdeu gols… Mas querem inspecionar sua vida privada e é por isso que ele decide não falar – e está em seu direito”, afirmou o jogador.

Dani foi questionado, ainda, sobre as diferenças entre as atitudes de Neymar, ídolo do Brasil, e Lionel Messi, estrela da Argentina, que falou com a imprensa após a partida da 11ª rodada, com vitória brasileira por 3 a 0.

“Neymar sofre uma grande pressão aqui. Ele decidiu dar a resposta em terreno de jogo, e não diante dos microfones. Foi uma decisão corajosa. Ney assumiu a responsabilidade e ajudou o Brasil nesta nova etapa. Somos obrigados a passar pela zona mista, mas não a falar com os repórteres. Messi, sendo capitão, optou por falar nesta ocasião. No entanto, ele nunca fala no Barcelona, é algo que acontece”, finalizou.

Líder das Eliminatórias Sul-Americanas, o Brasil encara o Peru, em Lima, na madrugada desta quarta-feira, na partida em que Daniel Alves irá comemorar seu centésimo jogo com a camisa da Seleção.

FONTE: Da Redação com Gazeta Net