Dom Jaime sobre crise hídrica: “É preciso o poder público ver alguma alternativa”

Compartilhe essa notícia

O arcebispo de Natal, dom Jaime Vieira Rocha, falou em entrevista sobre uma visita feita à obra da transposição do rio São Francisco.

Ele falou sobre a seca enfrentada por estados nordestinos dizendo que enquanto havia um inverno regular e políticas públicas estavam caminhando normalmente a situação era equilibrada para o homem do campo.

Porém, está sendo contemplado o período de seca no Nordeste. Por causa do período de estiagem, o Açude de Boqueirão está com a capacidade total de 8,5% e sua água no limite.

– É um problema muito grande, é um problema hídrico. Por isso tudo, eu dizia que é preciso que o poder público e lideranças vejam o que fazer se tem alguma alternativa e, se forem encontradas, que sejam imediatamente executadas porque não há mais o que esperar – disse.

Dom Jaime informa que a obra da transposição deveria ser concluída entre os meses de setembro a dezembro deste ano para trazer água a Campina Grande.