Temer recua e decide atrasar reforma na Previdência

Compartilhe essa notícia
O governo Michel Temer (PMDB) desistiu de fixar uma data para o envio ao Congresso Nacional das mudanças na Previdência e formará novo grupo de trabalho para discutir a reforma no setor, informa o jornal Folha de São Paulo.

A decisão foi tomada devido à falta de um consenso com as centrais sindicais.

A ideia do governo era formular proposta até o fim deste mês, mas a dificuldade de obter acordo em torno das principais medidas resultou em mudança de rota.

As centrais, ainda conforme o jornal, não aceitam a fixação de uma idade mínima para a aposentadoria, providência considerada vital pelo governo Temer.