Thompson garante que governador não faz “caça às bruxas”

Compartilhe essa notícia
O presidente do PSB em Campina Grande, Thompson Mariz, em entrevista concedida nesta terça-feira (21), comentou sobre o caso de exoneração da servidora comissionada Ana Paula Brasil, que seria aliada do secretário-chefe de gabinete, Fábio Maia.
Segundo Thompson, Ana Paula foi afastada do seu cargo na 1ª Ciretran/CG por ter declarado voto a outro candidato que não era o do governador Ricardo Coutinho.
Ricardo teria presenciado a manifestação da servidora na cidade de Fagundes, na oportunidade em que ele visitou o município para entregar obras, e por isso ela teria sido demitida, pois ocupava um cargo de confiança do governo do Estado.
Thompson declarou ainda que não cabia a ele julgar a atitude do governador, mas lembrou que as pessoas que ocupam cargos de confiança podem ser demitidas a qualquer momento.
– O governador já disse que tem um projeto para Campina e esse projeto é a candidatura de Adriano Galdino. As pessoas que estão em cargo de confiança devem trilhar esse caminho. Não espera-se que o governador faça “caça às bruxas”, espera-se que quem não concorde com esse projeto entregue os cargos, pois isso é cargo de confiança e essas pessoas estão suscetíveis a serem demitidas a qualquer momento – declarou Mariz.
A exoneração da comissionada em questão foi publicada no Diário Oficial do Estado, no dia 18 de junho.