Campinense conhece bola da Série D, e Diá esboça time da estreia em Murici

Compartilhe essa notícia

Dida, Everaldo, Tiago Sala, Joécio e Danilo; Leandro Sobral, Magno e Jussimar; Raul, Reginaldo Júnior e Júnior Chicão.

Foi esse o primeiro esboço de time que o técnico Francisco Diá imaginou para a estreia do Campinense na Série D, domingo (12), às 16h, contra o Murici, no interior de Alagoas.

No treino da tarde desta quarta-feira (08), no Renatão, onde os jogadores rubro-negras tiveram o primeiro contato com a bola oficial da quarta divisão nacional, o comandante da Raposa testou algumas formações para a partida do final de semana.

De cara, Diá tem um desfalque: expulso contra o Cruzeiro, pela Copa do Brasil, o goleiro Glédson vai cumprir a suspensão automática na Série D.

E como tem a decisão do Paraibano 2016 na quarta-feira (15), no Amigão, contra o Botafogo-PB, o treinador vai poupar alguns titulares no domingo.

Seria o caso de Tiago Sala, que só vai pro jogo em Murici se o zagueiro Rafael Jensen não for regularizado.

O defensor que veio do Treze ainda não conseguiu rescindir seu contrato com o Alvinegro e depende da parte burocrática para estrear oficialmente com a camisa raposeira.

Na segunda-feira ele atuou ao lado de Joadson na zaga que enfrentou o Central, em amistoso na cidade de Caruaru.

O meia Roger Gaúcho segue fazendo tratamento da lesão que o tirou de campo na partida ida da final do estadual, há uma semana, ante o Belo, no Almeidão, e está fora da estreia na Série D.

Já o atacante Adalgiso Pitbull e o polivalente Negreti devem ser poupados, ficando como opção para qualquer eventualidade.

Além do Murici, o Campinense encara ainda o Sergipe e o Fluminense de Feira de Santana-BA no Grupo A-9 da quarta divisão.

FONTE: Da Redação