Vasco derrota Joinville e abre vantagem na liderança

Compartilhe essa notícia

A sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro foi quente, como um raio. Os artilheiros entraram em campo inspirados e estavam com pressa para balançar as redes. Foram quatro gols antes dos cinco minutos, três deles antes mesmo do primeiro giro do relógio.

Dentro de campo, o Vasco conseguiu se desgarrar na liderança, enquanto Goiás e Paysandu se complicaram e afundaram na zona de rebaixamento.

Com gol relâmpago, logo aos 40 segundos de bola rolando, o Criciúma passeou e derrotou o Brasil de Pelotas, por 3 a 0, sem problemas, no Estádio Heriberto Hulse, no interior de Santa Catarina.

O resultado manteve o time catarinense na briga pelo G4 com 13 pontos. O Brasil de Pelotas, por outro lado, caiu para o meio da tabela, com onze. Paysandu e Náutico também se apressaram para marcar nesta terça-feira.

Em partida com dois gols relâmpagos – um em cada tempo -, o Náutico colou nas primeiras colocações ao derrotar o Paysandu pelo placar de 3 a 1, no Estádio da Curuzu, em Belém. Grande destaque para o atacante Jefferson Nem, responsável por balançar as redes em duas oportunidades.

Com o resultado, o Náutico subiu para 13 pontos e começa a brigar pelo acesso à elite do futebol brasileiro. O Paysandu, por sua vez, segue em queda livre e já aparece na 17ª colocação, dentro da zona de rebaixamento, com cinco. Agora sem o técnico Dado Cavalcanti que entregou o cargo.

O Vila Nova também usou a rapidez para espantar a crise e deixar a zona de rebaixamento. Com gol de Vandinho logo aos cinco minutos, o time goiano derrotou o Luverdense, por 2 a 0, em Lucas do Rio Verde. O Tigre quebrou uma sequência de cinco jogos sem vencer, assumiu o 14º lugar, com sete pontos, e deixou o LEC logo acima, com nove.

PARA COMEMORAR!
Um dia antes em que o técnico Mazola Júnior completar um ano à frente da equipe, o CRB venceu o Sampaio Corrêa, por 2 a 1, de virada, em Maceió, e conseguiu a reabilitação. A equipe agora soma 12 pontos, perto da zona de acesso. O Sampaio continua na lanterna com apenas um ponto após sua sétima partida.

Mas o time da casa não começou o jogo bem, errando muitos passes. Mazola Júnior justificou os erros pelo desgaste da viagem de volta de Florianópolis (SC). Ele completou sua partida 69 no comando do CRB, com 33 vitórias, 24 derrotas e 12 empates. Um porcentual superior a 50%.

 

QUEM SEGURA?
O Vasco fez mais uma vítima e está invicto. Na Arena Joinville, onde foi rebaixado em 2013, o time carioca derrotou o JEC, por 2 a 0, com dois gols de Leandrão. Os cariocas ampliaram a sequência invicta para 34 jogos.

Os cruzmaltinos chegaram aos 19 pontos, abrindo três de vantagem para o Atlético-GO, vice-líder. O Joinville, por sua vez, ainda não conseguiu se estabilizar e é apenas o sexto colocado, com seis pontos, um na frente da degola.

Outro time que desgarrou nas primeiras posições foi o Bahia. Fora de casa, o Tricolor derrotou o Goiás, por 2 a 0, em pleno Serra Dourada, com gol dos medalhões Thiago Ribeiro e Renato Cajá. O time baiano assumiu o terceiro lugar, com 14 pontos, enquanto o Esmeraldio segue decepcionando, na degola, com cinco pontos.

O Ceará aproveitou o embalo para encostar na briga pelas primeiras posições. O Vozão suou, mas derrotou o Londrina, por 1 a 0, no Castelão, em Fortaleza. Os alvinegros subiram para o sexto lugar com 13 pontos, enquanto os paranaenses segue em zona intermediária com nove pontos.

PAULISTAS…
O Bragantino voltou a vencer e deixou a zona do rebaixamento. O time paulista superou o Avaí por 1 a 0 no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, na noite desta terça-feira. Com sete pontos, o Braga deixou as últimas colocações e abriu dois pontos de vantagem em relação ao Paysandu, time que abre a zona do rebaixamento. O Avaí, por sua vez, perdeu boa chance de se aproximar dos líderes e segue com dez pontos.

O Tupi chegou ao quarto jogo sem vitória na noite desta terça-feira ao perder para o Oeste, por 1 a 0, no Estádio Mário Helênio. Bastante criticado pela torcida após outro tropeço, o técnico Ricardo Drubscky corre sérios riscos de ser demitido. E o resultado poderia ter sido ainda pior se não fosse a grande atuação do goleiro Rafael Santos.

A última e única vitória do Tupi foi sobre o Paysandu, na terceira rodada. Depois disso, aconteceram quatro derrotas seguidas. Com três pontos, o time mineiro é o penúltimo colocado, na frente apenas do Sampaio Corrêa. Por outro lado, o Oeste, invicto há três jogos, chegou aos 11 pontos e encostou nos primeiros colocados.

FONTE: Da Redação com Futebol Interior