Belo e Raposa decidem Paraibano pela 11ª vez na história

Compartilhe essa notícia

Independente da fórmula de disputa, das polêmicas e das confusões, pelo terceiro ano seguido, a hegemonia do futebol paraibano ficará entre os dois maiores campeões do Estado.

De 1908 a 2015, em 107 edições do Campeonato Paraibano, Botafogo-PB e Campinense estiveram como campeão ou vice em 10 oportunidades.

Quando a bola rolar para Belo e Raposa na próxima quarta-feira (1º de junho), às 20h30, no Almeidão, portanto, será a 11ª vez em 108 edições do certame que os maiores vencedores da Paraíba estarão disputando a taça.

E se o Bota-PB carrega ampla vantagem na contagem dos títulos, já que venceu 27 campeonatos, o Rubro-Negro, campeão estadual 19 vezes (segundo a FPF), papou seis dessas taças tendo o rival pessoense como vice.

O Belo conquistou quatro dos seus quase 30 títulos deixando a Raposa com a medalha de prata.

Em 1965 (o hexa), 1971, 1979, 1980, 1993 e 2015 deu Campinense, enquanto o Botafogo-PB levou a melhor em 1977, 1984, 1998 e 2014.

Isolando a contagem para as edições em que o regulamento colocou as duas equipes disputando a taça de forma direta, como agora, no Paraibano 2016, a Raposa venceu quatro (65, 71, 79 e 80). O Belo papou o troféu em 84 e 2014.

Para a decisão do campeonato desse ano, por ter feito melhor campanha até a final, o Campinense tem a vantagem de decidir em casa e jogar por dois empates, ou igualdade na soma dos dois jogos.

A segunda partida da final está agendada para as 20h30 do dia 15 de junho, também numa quarta-feira.

FONTE: Da Redação