Botafogo-PB recebe River-PI para tentar fazer história na Copa do Brasil

Compartilhe essa notícia

Após quebrar um tabu e conseguir vencer o River-PI depois de quatro partidas, o Botafogo-PB quer seguir fazendo história e avançar para a terceira fase da Copa do Brasil pela primeira vez.

No jogo desta quarta-feira (18), o Belo precisa apenas de um empate para avançar na competição. A bola rola no estádio Almeidão, em João Pessoa, às 20h30.

Um golaço em jogada individual de Marcinho garantiu a vitória por 1 a 0 para o time pessoense no confronto de ida, realizado no Albertão, em Teresina.

Por isso, o Galo Carijó precisa vencer por 1 a 0 para levar o jogo para os pênaltis, ou qualquer placar acima de 2 a 1 para se classificar.

Qualquer outro resultado favorece o Bota-PB.
A expectativa é de casa cheia no estádio Almeidão.

Desde a última sexta-feira, o clube da Maravilha do Contorno vende ingressos promocionais com preços a partir de R$ 5 e, na última parcial divulgada pela diretoria, mais de oito mil bilhetes já haviam sido comercializados.

Para a partida que pode garantir a vaga na próxima fase do torneio nacional, que vai garantir cerca de R$ 660 mil aos cofres de quem conseguir chegar lá, o técnico botafoguense, Itamar Schulle, pode ter um importante retorno ao seu time.

O zagueiro e capitão Plínio garantiu, na última segunda-feira, que está em fase final de recuperação de uma lesão no pé e que estará à disposição para a partida. Por outro lado, o volante Val, com uma contusão na coxa, segue de fora do time titular.

Caso Plínio não jogue, o técnico do Belo deve seguir optando por um esquema com três zagueiros, assim como fez na primeira partida, no Piauí, quando utilizou Magno Alves, Nildo e Marcelo Xavier.

Pelo lado do River-PI, o treinador Capitão terá alguns problemas para escalar sua equipe.

O goleiro Naylson, com dengue, não viajou com os companheiros, assim como o volante Thiago Dias, lesionado.

Por vir em uma maratona de jogos, já que também está disputando a fase final do Campeonato Piauiense, o Galo Carijó também pode não contar com os meias Esquerdinha e Júnior Xuxa, o atacante Vanderlei e o zagueiro Paulo Paraíba, que sentem desconforto muscular.

Arbitragem