Técnico do Campinense acaba mistério e anuncia seu futuro após o Paraibano

Compartilhe essa notícia

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (09), o técnico do Campinense, Francisco Diá, acabou com o mistério e anunciou que vai deixar o Estádio Renatão após o término do Campeonato Paraibano 2016.

O treinador lembrou que ano passado recebeu propostas de Sampaio Corrêa e Botafogo-PB, e já nessa temporada foi procurado pelo América de Natal, mas preferiu ficar na “Toca da Raposa” nas três oportunidades.

Nos bastidores rubro-negros, especula-se que Diá teria sido sondado pelo Paraná Clube, que vai iniciar a disputa da Série B no próximo final de semana.

Sobre o América-RN, que queria a ida imediata do técnico, Diá disse que preferiu disputar as finais do Nordestão e do Paraibano pelo Campinense.

Desde que surgiram os rumores de que o time natalense estava negociando com o treinador raposeiro, a diretoria do Campinense avisou ao profissional que também estava iniciando conversas com outros técnicos.

Nesta segunda-feira o América-RN anunciou a chegada de Sérgio China, que se desligou do Salgueiro. China seria um dos nomes com quem o presidente da Raposa, William Simões, teria conversado.

O Campinense está na fase semifinal do Paraibano 2016, disputando vaga na decisão contra o CSP.

O certame, no entanto, está temporariamente suspenso por força de uma liminar obtida pelo Treze, que quer a vaga da Raposa nas semis alegando que o rival não regularizou sua situação fiscal via Profut, lei que alterou o Estatuto do Torcedor e prevê irregularidade do clube que não tiver as certidões negativas de débito.

O caso será analisado nesta quarta-feira (11), às 18h30, pelo pleno do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB).

Números de Francisco Diá no Campinense

O natalense Francisco de Assis Ciríaco dos Santos, de 60 anos, assumiu o Campinense em setembro de 2014 e até hoje comandou a Raposa em 76 jogos oficiais.

Entre Série D (dois jogos em 2014 e 10 em 2015), Copa do Nordeste, Campeonato Paraibano e Copa do Brasil (2015 e 2016), o treinador conquistou 41 vitórias, 18 empates e 16 derrotas, somando 141 pontos. O aproveitamento é de 61,8%.

Sob seu comando, o Rubro-Negro anotou até agora 113 gols, sofrendo 54, perfazendo um saldo de 59 bolas na rede.

Campeão paraibano de 2015, ano do centenário do Campinense, Diá conseguiu levar a equipe à final da Copa do Nordeste 2016 e está invicto no estadual.

DO PARAIBAONLINE