Aldeone responde a vice do Botafogo-PB e revela destino do elenco do Sousa

Compartilhe essa notícia

O presidente do Sousa, Aldeone Abrantes, anunciou nesta segunda-feira (09), um dia após a eliminação no Paraibano, que mesmo com o clube tendo chances de disputar a Série D, vai dispensar todo o elenco, deixando os jogadores, contudo, de sobreaviso.

O dirigente sertanejo aproveitou para responder ao desabafo do vice-presidente do Botafogo-PB, Breno Morais, que o chamou de “cafajeste, trambiqueiro e safado”.

– Recebi (as declarações de Breno) com tristeza e sem surpresa, partindo de quem partiu – limitou-se a dizer Aldeone.

Sobre a espera pelo final do Campeonato Paraibano, travado após imbróglio judicial envolvendo Treze e Campinense, o presidente do Dinossauro afirmou que “não tem outra coisa a fazer, a não ser esperar”.

– O Sousa respeitará o resultado do campo. Nosso time acabou de ser eliminado de uma decisão por fatores extra-campo. Então (reclamar) seria retrocesso com qualquer resultado que não seja no campo – pontuou.

Ainda conforme o mandatário sousense, o elenco está momentaneamente dispensado, mas de sobreaviso para voltar ao trabalho caso o clube necessite.

– Estamos com os salários em dia e os jogadores serão liberados para irem para casa e aqueles que tiverem propostas resolverem suas situações. Deixamos os atletas de sobreaviso e vamos aguardar as próximas semanas para ver o desenrolar da competição – finalizou.

A classificação do Dinossauro à Série D depende da outra semifinal do estadual.

Independente do resultado do imbróglio jurídico, o Sousa (que tem 20 pontos na classificação geral) precisa torcer para o CSP (com 17 pontos) não vencer seu adversário (seja Campinense ou Treze) nas duas partidas nem se classificar para a final.

Se isso acontecer, o Esmeraldino vai para a quarta divisão nacional como o segundo representante da Paraíba.

FONTE: Da Redação