Romero visita o Grande Campina e anuncia pavimentação de ruas

Compartilhe essa notícia

Atendendo a um convite dos moradores do bairro Grande Campina, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, visitou a comunidade nesta terça-feira, 26, e anunciou o que a população daquela região espera há mais de dez anos: a pavimentação de 12 ruas na zona oeste da cidade.

Na oportunidade, em que foi recebido pelo padre Péricles, o gestor também participou das comemorações dos oito anos de fundação da Associação dos Moradores do bairro, representada na reunião pelo presidente Suênio Borges.

Romero esteve acompanhado pelo presidente da Câmara de Campina Grande, vereador Antônio Pimentel Filho, além outros parlamentares e secretários do município.

Em uma reunião bastante prestigiada, o prefeito dialogou com a população do Grande Campina e ouviu os pleitos de estudantes, donas de casa e trabalhadores que residem no bairro.

A principal reclamação da comunidade diz respeito às ruas esburacadas, as quais dificultam a mobilidade e o acesso à localidade.

Mesmo diante da grave crise econômica que assola o país, refletindo diretamente na arrecadação dos municípios, o prefeito Romero Rodrigues garantiu à população que em até 45 dias as obras de pavimentação das 12 ruas deverão ser iniciadas.

O prazo compreende o rito do processo de licitação da obra, que já foi publicado em Diário Oficial, conforme explicou o gestor.

“Sabemos que a pavimentação dessas ruas é um sonho, um pleito antigo dessa comunidade. E diante das dificuldades financeiras que estamos passando, eu poderia até seguir algumas sugestões de líderes comunitários que elencaram três ou quatro ruas como prioridades. Mas nós não medimos esforços e determinamos que os serviços de planejamento topográfico fossem realizados em todas as 12 vias, para não haver discriminação. Planejamos e já abrimos o processo de licitação. Agora é esperar os prazos previstos em lei para iniciarmos essa obra”, disse Romero.

O prefeito aproveitou a oportunidade do encontro com a população do Grande Campina para esclarecer que as obras de saneamento básico do bairro, outra necessidade apontada pelos moradores, é uma atribuição do Governo do Estado.

Romero lembrou, inclusive, que a Cagepa já recolhe dos contribuintes, através da conta de água, a taxa do esgotamento sanitário.

“A comunidade sabe das suas urgências e compreende que nesse momento a Prefeitura está fazendo a parte dela. Nós não podemos esperar a boa vontade de quem até agora só fez discriminar a cidade. Mesmo sem o saneamento, nós precisamos da pavimentação. E se o prefeito Romero está garantindo, a gente acredita, porque diferente de outros que nunca pisaram aqui, ele tem credibilidade”, comentou Suênio, presidente da Associação dos Moradores do Grande Campina.