Prefeito faz a entrega de mais 33 apartamentos

Compartilhe essa notícia

Os 288 apartamentos construídos no Residencial Vila Nova da Rainha II, em Bodocongó, na área do antigo matadouro municipal, estão sendo paulatinamente ocupados. Na manhã desta terça-feira, 26, o prefeito Romero Rodrigues fez a entrega das chaves de mais 33 unidades, em solenidade realizada no auditório da Secretaria Municipal de Cultura. Antes desta solenidade, outras 190 famílias já haviam oficialmente concretizado o sonho da casa própria.

Além do prefeito Romero Rodrigues, o ato teve o acompanhamento de equipes técnicas da Secretaria de Planejamento, além da coordenadora municipal de Habitação, Alexleide Soares Mota. Ela garantiu que a entrega das demais unidades acontecerá até a segunda quinzena de maio. Conforme explicou, esta é mais uma iniciativa fruto de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Campina Grande e a Caixa Econômica Federal, dentro do Programa “Minha Casa, Minha Vida”. Os beneficiados, por sua vez, pagam parcelas mensais com valor de 5% da sua renda familiar.imagem

O ato de entrega dos apartamentos teve início com uma saudação da coordenadora Alexleide Soares aos beneficiados com as novas moradias. Em seguida, o prefeito Romero Rodrigues destacou o esforço do governo municipal em viabilizar o novo conjunto residencial, o qual, inclusive, chegou a ser ocupado por pessoas que não tinham direito aos apartamentos ali construídos.

“Houve até mesmo a indevida ocupação do espaço, mas a PMCG agiu rapidamente, garantindo a entrega das novas moradias aos seus legítimos donos. Esperamos que contemplados legalmente ocupem de imediato às unidades, evitando novos problemas”, disse, tendo, logo em seguida, feito a entrega simbólica de chaves as senhoras Tereza Pereira Henrique, Flavia Cristina do Nascimen

to e Maria do Socorro Santana Costa, que fizeram seus agradecimentos ao prefeito por esta conquista.

Ele garantiu que até o final do seu governo, a cidade será contemplada com projetos que viabilizam a construção de quase dez mil novos unidades habitacionais. Só no Complexo Aluízio Campos serão 4.100 casas.