Benjamin Maranhão comenta protesto em frente ao seu apartamento: “Insignificante”

Compartilhe essa notícia

O deputado federal pelo partido Solidariedade, Benjamin Maranhão, em entrevista à Rádio Correio FM, comentou o protesto de simpatizantes do governo da presidente Dilma Rousseff em frente ao edifício em que mora.

Segundo o parlamentar, apesar do barulho feito, a manifestação foi insignificante.

– Isso é uma questão da democracia. Quem estiver na política tem que estar pronto para o aplauso e para a vaia, não há o que esperar de outra forma. A única coisa que eu coloco nisso é a questão da liberdade individual. Você não pode estar indo na porta da casa dos outros, num condomínio principalmente, pois não mora só eu aqui, existem senhoras lá que até levaram susto com zoada, mas foi uma manifestação minúscula. Tinha pouca gente, sem muita representatividade, fora o incômodo que foi gerado pelos meus vizinhos que nada tem a ver com isso, que não são políticos, não são parlamentares. A única coisa que eu lamento foi que o pessoal da limpeza do prédio teve que ir lá limpar, porque eles pintaram a calçada e a rua. Fora isso, foi uma manifestação insignificante – disse o deputado.

O deputado ainda afirmou que recebeu solidariedade de pessoas dos prédios vizinhos e de trabalhadores que estavam na rua, justificando o apoio recebido ao que chamou de consciência popular de que o PT montou o discurso falso.

– No caso do impeachment da presidente Dilma, existe uma consciência da sociedade brasileira de que o discurso de que o PT montou é um discurso falso, você não pode dizer que tem golpe. Quem montou esse discurso foi João Santana diretamente da carceragem lá em Curitiba, isso foi ideia do marqueteiro do PT – esclareceu.

FONTE: Da Redação