Estela sobre sessão do impeachment: “Revelou a pequenez do nosso parlamento”

Compartilhe essa notícia

Estela Bezerra, deputada estadual pelo PSB, partido que votou pelo andamento do processo, condenou a forma como os parlamentares conduziram seus votos no último domingo (17), durante a votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), na Câmara dos Deputados.

– Abusando do uso do nome Deus em contextos extremamente adversos, votar em nome de uma família, que era a sua família, que era seu filho, sua mãe, sua esposa, não era a família brasileira e a necessidades da família brasileira, revelou a pequenez do nosso parlamento. O parlamento de um país do tamanho do Brasil, com a grandeza que o país tem, com a importância que o Brasil tem para a região da América Latina, então nós doamos uma imagem muito negativa para a política. O sentimento republicano, o sentimento do interesse coletivo não foi em nenhum momento respeitado, então teve um sentimento de profunda tristeza de enxergar isso. – afirmou.

A deputada continuou as críticas atacando o deputado federal Eduardo Cunha (PMDB), chegando a citar ameaças que o presidente da Câmara dos Deputados fez quando visitou a Paraíba.

– Se você observar, mais de 60% daquele parlamento tem indícios de corrupção, tem contas na Suíça de suas esposas como o presidente da Câmara, o Eduardo Cunha, que eu tive o privilégio e o desprazer de conviver e confrontá-lo e vi a violência da arrogância que aquele cidadão é capaz, me chamou a mesa pare me ameaçar dizendo que ia me acusar e me acusou em sequência de sua visita à Paraíba. – ressaltou.

FONTE: Da Redação